+351 213 245 000 info@avaclinic.pt

Fertilização Recíproca (Método ROPA) para Casais de Mulheres

A Fertilização Recíproca (mais conhecida como método ROPA – Reception of Oocytes from PArtner) está tornar-se numa opção bastante popular nos casais de mulheres. Este método, apenas possível através de técnicas de procriação medicamente assistida (IVF ou ICSI), possibilita que uma das mulheres do casal seja a responsável pela doação do óvulo e a sua parceira a responsável pela gestação do embrião. A mulher dadora do óvulo será a mãe biológica, enquanto que a sua parceira será a mãe gestante.Muito embora o DNA do embrião seja herdado apenas da mãe biológica e do dador de esperma, vários estudos científicos demonstram que durante o período de tempo em que o embrião se desenvolve no útero ocorrem também alterações na expressão genética do embrião, que são determinadas pelo ambiente uterino da mãe gestante (influência epigenética). O embrião não irá herdar nenhuma das características da mãe gestante, mas o desenvolvimento no seu útero vai determinar de forma única a actividade genética e influenciar aspectos tão diferentes e importantes como por exemplo a proteção da criança a determinadas doenças.

Ambas as mulheres serão legalmente as progenitoras do bebé nascido. Segundo a legislação portuguesa a mãe gestante será automaticamente considerada também como progenitora legal, mesmo não sendo a mãe biológica da criança.

No método ROPA ambas as mulheres têm uma preparação para o tratamento de procriação medicamente assistida. Enquanto que uma será estimulada hormonalmente para a colheita de óvulos a outra será preparada hormonalmente para a recepção do embrião no seu ambiente uterino. Assim, este método torna-se numa verdadeira partilha para os casais de mulheres, tanto na jornada que é o tratamento de procriação medicamente assistida como na vivência das emoções que ocorrem com a desejada gravidez! ♦